Eduardo Cunha é um dos mais conhecidos e polêmicos personagens da política brasileira dos últimos tempos. Sua trajetória na política foi marcada por escândalos de corrupção e envolvimentos em processos judiciais, culminando no seu impeachment como presidente da Câmara dos Deputados em 2016.

Antes de se tornar uma figura controversa, Eduardo Cunha iniciou sua carreira política no Rio de Janeiro, onde foi eleito vereador e deputado estadual. Em 2003, ele foi eleito deputado federal e, em 2015, assumiu a presidência da Câmara dos Deputados.

No entanto, sua ascensão política foi abalada por diversas acusações de corrupção. Em 2016, ele foi afastado do cargo de presidente da Câmara dos Deputados e, posteriormente, foi cassado em um processo histórico. Na mesma época, foi condenado a mais de 14 anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Eduardo Cunha também esteve envolvido em um dos maiores escândalos de corrupção do país, a Operação Lava Jato. Ele foi acusado de receber propina em contratos da Petrobras e em outras empresas estatais, além de ter contas na Suíça não declaradas às autoridades brasileiras.

Após ser preso em 2016, Eduardo Cunha se tornou um personagem ainda mais polêmico. Ele chegou a delatar outros políticos, incluindo membros do Partido dos Trabalhadores, em troca de redução de pena. No entanto, muitos questionam sua credibilidade e intenções.

Mesmo com todos os seus envolvimentos em corrupções e processos judiciais, Eduardo Cunha ainda conta com uma base de apoiadores, que o defendem e o consideram um herói contra a corrupção no Brasil. Isso lhe rendeu o título de meu malvado favorito entre alguns eleitores.

Entretanto, a grande maioria dos brasileiros vê Eduardo Cunha como um exemplo da corrupção que assola o país e acredita que a sua trajetória política é um alerta para a necessidade de mudanças estruturais como forma de combate à corrupção.

Em resumo, a carreira política de Eduardo Cunha é desconcertante e controversa. Sua trajetória foi marcada por escândalos de corrupção e processos judiciais, e sua imagem pública é extremamente negativa. Embora tenha apoiadores que o defendam, a sua história é um lembrete para a sociedade de que é preciso combater a corrupção e promover uma política mais ética e transparente.